<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

8 resoluções de TI para a nova década

A nova década mostra que a tecnologia está mudando mais rápido do que nunca. Os líderes de TI devem aprender a equilibrar uma ampla gama de prioridades.


Hoje há uma grande pressão para que a Tecnologia da Informação seja a grande responsável por resolver todos os problemas das empresas. Seja em se concentrar em como usar a tecnologia para criar serviços de melhor qualidade e mais acessíveis, ou melhorar as interações entre administradores, funcionários e clientes.

O gestor de TI deve determinar, dentre todas as opções de tecnologia disponíveis, quais oferecem o maior retorno pelo melhor valor com base nas metas e objetivos gerais de sua empresa. As equipes de tecnologia precisam deixar o trabalho pesado e exercer um pensamento mais estratégico.

A partir de agora, para a próxima década, os departamentos de TI precisam impulsionar a inovação de suas organizações, e não retê-las. Eles devem se mover mais rapidamente, usar os dados com mais sabedoria e automatizar tarefas mundanas para que possam agir de forma mais estratégica.

É preciso aprender a respeito da Inteligência Artificial e levar a sério a segurança cibernética, para diversificar suas equipes, adotar a arquitetura de várias nuvens e aprender a colaborar melhor com colegas de toda a organização.

Veja 8 resoluções que a TI precisa adquirir para a próxima década:

1. Preste menos atenção às coisas brilhantes

Todos os CIOs e CTOs são vítimas da 'síndrome da bola saltitante' de uma vez ou outra. Ou seja, eles vão a uma conferência, ouvem tudo sobre como um concorrente instalou o XYZ e é a melhor coisa do mundo e esquecem completamente seus roteiros plurianuais e exercícios de estabilização e tentam perseguir essa bola inflável.

Claro que é preciso prestar atenção em como sua concorrência está inovando, mas não à custa de seus planos estratégicos de longo prazo.

Conheça o K•NOW!

2. Perder o trabalho pesado

Muitas organizações de TI ainda estão gastando muito tempo mantendo as luzes acesas. Isso é verdadeiro em pequenas e médias empresas, onde quase 80% do tempo da equipe é gasto em manutenção e suporte.

Os CIOs devem pensar em terceirizar o suporte o máximo possível, para que possam ser campeões da inovação em suas organizações e se concentrar na mitigação de riscos.

Os líderes de tecnologia precisam alocar seus recursos para aumentar a automação comercial, melhorar as relações com clientes e fornecedores e contribuir para o sucesso geral da organização.

3. Exercite suas habilidades de pensamento estratégico

Basta resolver os problemas que sua organização já sabe que possui. Para ser um verdadeiro líder, você precisa identificar os problemas que ninguém reconheceu ainda - em parte porque eles não sabem que há uma solução para eles.

Saiba o que mantém seus chefes acordados à noite e entenda completamente como sua empresa ganha dinheiro. Depois, aprofunde-se para entender como a TI agrega valor à empresa.

4.Coloque sua equipe de desenvolvimento em uma dieta

As equipes de desenvolvimento não têm mais o luxo de levar meses ou anos para concluir grandes projetos. Em 2020, a TI precisa adotar uma cultura de melhoria implacável.

As organizações precisam parar de aceitar projetos que não agregam valor a seus clientes. Eles precisam criar sua primeira estrutura de ponta a ponta dentro de três ou quatro meses. Isso pode permitir que os clientes forneçam feedback contínuo durante a fase de desenvolvimento, resultando em uma solução que melhor atenda às suas necessidades.

5. Contrate candidatos diversos

Os departamentos de TI precisam preencher sua lacuna de habilidades com funcionários mais diversos - mas não apenas em termos de raça e gênero, mas experiências de vida, religião, formação, orientação sexual e educação. Visualizar a diversidade de uma maneira mais holística deve abrir um campo mais amplo de candidatos e levar a níveis mais altos de produtividade.

7. Adote a arquitetura de várias Nuvens

Para empresas maiores, uma Nuvem raramente é suficiente. O uso de vários provedores permite que as organizações escolham o melhor para cada aplicativo, criando mais resiliência para aplicativos críticos e minimizando o aprisionamento de fornecedores.

É melhor focar nos pontos fortes de sua equipe e com quais serviços de Nuvem seus recursos estão alinhados. Para manter a expansão da Nuvem sob controle, é interessante ter uma estratégia de marcação em várias nuvens que funcione com todos os fornecedores, para facilitar a localização e remoção de recursos órfãos que podem aumentar a superfície de ataque ou esgotar o orçamento.

8. Faça dos bots os seus amigos

O uso da automação de processos robóticos para tarefas comuns, como a integração de novos funcionários ou a migração de tarefas repetitivas para a Nuvem, pode liberar tempo para projetos mais estratégicos.

Os bots com Inteligência Artificial podem ver ações repetitivas, aprender o fluxo de trabalho dos funcionários, determinar quais ações estão demorando mais tempo e descobrir onde há benefícios comerciais significativos para automatizar essas ações.

Apenas certifique-se de usar bots para as coisas certas. Alguns processos comerciais ineficientes podem precisar ser reprojetados antes de serem automatizados.



Posts relacionados

Como implementar uma arquitetura de microsserviços?

Essa tecnologia oferece muitos benefícios para a rotina corporativa quando implementada corretamente. Aprenda o passo a passo para adotá-la!

WOMEN IN TECH - Sabrina Costa

No dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Nós, da WCA, temos muito orgulho do nosso time INCRÍVEL de mulheres, que com garra, dedicação e muita luta, conquistaram seu espaço e superaram desafios.

Em quais tecnologias investir nos próximos anos?

Confira as principais tendências de TI que as empresas precisam acompanhar para gerar vantagem competitiva em seus negócios.

Escreva seu comentário