<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

7 principais mitos sobre blockchain

Descubra os erros mais comuns relacionados à essa tendência e esclareça as dúvidas de seus clientes.

 

7 principais mitos sobre blockchain

 

 

O blockchain é uma tecnologia que oferece uma maneira de registrar transações ou outras interações digitais de forma segura, transparente e eficiente. Ele representa um novo modelo comercial descentralizado que dispensa intermediários, ou seja, nenhuma autoridade precisa aprovar as transações ou definir regras para elas. O blockchain é de natureza pública, assim, todos os participantes conseguem ver os blocos e transações armazenadas neles.

A segurança é uma das principais características da cadeia de blocos, ela conta com uma chave privada, o que garante que nenhum dado possa ser manipulado nos registros. Dessa forma, apenas é possível adicionar uma transação à cadeia se todos os integrantes aprovarem a alteração, aplicando um algoritmo para verificar a sua veracidade.

Quando o grupo confirma a aprovação de novas transações, elas são enviadas para todos os nós na rede que validam um novo bloco. Dessa forma, os novos blocos passam a conter um “hash”, que é uma impressão digital única dos blocos anteriores.

O Blockchain apresenta outras grandes vantagens para as corporações, como redução de custos, maior agilidade em suas transações, flexibilidade, mais confiança e controle de processos.

Entretanto, por ser uma tecnologia recente e contar com múltiplas possibilidades, há muitas questões sobre essa tendência que ainda são desconhecidas. Diversas teorias sobre suas aplicações deixam muitas empresas com dúvidas sobre sua implementação.

 

 

Saib



Pensando nisso, desvendamos os 7 mitos principais sobre o blockchain, confira:

1º mito - Blockchain e bitcoin são a mesma coisas

Muitas pessoas confundem as duas tecnologias por a criptomoeda ser relacionada ao blockchain, entretanto são coisas diferentes. O bitcoin funciona como “dinheiro” digital e foi criado devido a necessidade de se ter uma moeda de pagamento digital que seja descentralizada e livre de controladores.

Já o blockchain é uma tecnologia que representa a realização de transações descentralizadas de diversas naturezas que utilizam a criptomoeda como forma de pagamento em contratos inteligentes.

2º mito - É útil apenas para o setor financeiro

Ainda que representa uma grande revolução para o setor financeiro, pode ser aplicado em diferentes áreas, como o setor imobiliário e de saúde. Essa tecnologia pode ser usada em qualquer tipo de transação que precise de registros e documentação.

3º mito - É um banco de dados

Ele não é um banco de dados, pois não permite o armazenamento de arquivos, nem local nem na nuvem. Na verdade, o blockchain cria um ambiente em que as pessoas podem acessar e realizar suas transações de forma rápida e segura.

 

4º mito - Não tem custos

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o blockchain ainda não é uma tecnologia barata. As empresas que visam utilizá-lo devem ter em mente que são necessários equipamentos eficientes, de última geração e que sejam capazes de gerar a grande quantidade de algoritmos utilizados nas transações

5 º mito - Há apenas uma forma de se utilizar o blockchain

Há diversas versões, públicas e privadas, além de variadas soluções específicas para que a corporação possa escolher a que melhor se adapte a seus negócios. O que elas têm em comum é que todas utilizam a criptografia em seus processos.

6º mito - Os dados das transações se tornam públicos

Muitos acreditam que, por se tratar de uma tecnologia “aberta”, o blockchain permite que qualquer pessoa visualize os dados das transações , o que não é verdade, pois todos os dados são criptografados. Dessa forma, apenas os participantes da transação possuem autorização para acessá-los.

7º mito - Pode ser utilizado em qualquer situação

Ainda que se trate de uma tecnologia que pode ser utilizada de múltiplas formas, o blockchain é uma tendência que ainda está em crescimento e aprimoramento. Seu código está limitado a transações que utilizam criptomoedas e as cadeias de dados e os bitcoins ainda representam uma pequena parcela no mercado.


Mesmo que ainda seja uma tendência, o blockchain tem representado grandes possibilidades para os negócios. Muitas empresas já estão investindo seus capitais e, nos próximos anos, o número de transações tende a aumentar ainda mais. Portanto, é importante que as corporações estejam preparadas para essa tecnologia e saibam como utilizá-la.

 

 

Posts relacionados

5 aplicações de blockchain que podem beneficiar as empresas

Essa tecnologia está em constante atualização. Portanto é necessário acompanhar as tendências que estão surgindo no mercado.

7 erros críticos na automação robótica que devem ser evitados

A eficiência não é o único benefício do RPA - ele também permite maior qualidade do processo e elimina erros.
 

Como o deep learning pode ajudar as empresas?

O Deep Learning está recebendo muita atenção e por boas razões: está alcançando resultados antes inimagináveis

Escreva seu comentário