<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

7 formas de melhorar a capacidade da rede sem fio das empresas

  • Categoria:

    Redes

    | Tempo para ler: 4 min

Você pode determinar quantos pontos de acesso precisarão ser implantados e quais configurações precisam de ajustes.

 

7 formas de melhorar a capacidade da rede sem fio das empresas

 

 

Uma boa performance de rede é fundamental tanto para indústrias, empresas e revendas. Todo setor corporativo se beneficia do bom funcionamento das redes, que otimizam todo o trabalho. Não conseguimos nos lembrar de como era a época em que não estávamos conectados e é praticamente inviável imaginar o mundo hoje sem a internet.

As redes sem fio hoje são responsáveis por manter conectados todos os sistemas de uma empresa e comumente podem acontecer falhas em sua capacidade de atendimento. Uma rede sem fio que não apresenta o desempenho esperado pode impactar negativamente os processos da empresa e prejudicar a produtividade.

Em geral, as empresas implantam rapidamente pontos de acesso sem realizar um planejamento adequado. Isso pode resultar em esforço desperdiçado, baixo desempenho de Wi-Fi e aumento de tickets de suporte técnico de usuários frustrados.

Mas saiba que é possível melhorar a capacidade da rede com algumas medidas simples. Confira 7 dicas para melhorar o desempenho do seu Wi-Fi:


1. Planeje suas implantações de Wi-Fi

Antes de pisar em uma escada para pendurar esse ponto de acesso, faça perguntas. O processo começa perguntando às pessoas certas - partes interessadas, como diretores e gerentes - como elas esperam usar o Wi-Fi.

Descubra quantos dispositivos sem fio serão usados e quais são esses dispositivos. Em uma rede corporativa, isso pode ser simples de fazer, mas em ambientes como ensino superior ou hospitalidade, as partes interessadas podem não saber quais são esses dispositivos.

Você pode determinar quantos pontos de acesso precisarão ser implantados e quais configurações precisam de ajustes. Além disso, você precisará avaliar a infraestrutura para determinar se o hardware existente pode ser utilizado ou atualizado.

 

New call-to-action


2.Segmente e invista em infraestrutura de suporte

Segmentar é fundamental. Faça a segmentação de rede por switches e configurações adequadas, sem utilizar hubs e outras tecnologias compartilhadas.

Para que as redes funcionem bem é fundamental que você faça investimentos na área, principalmente no suporte técnico e no pós-venda. O retorno deste investimento virá em pouco tempo.


3. Faça a análise do espectro

Ao realizar a análise do espectro, um engenheiro pode determinar se há alguma fonte de interferência em 2,4 GHz ou 5 GHz. Fontes de interferência podem vir de vários dispositivos, como micro-ondas, câmeras de vídeo sem fio e dispositivos que emitem ruídos da operação.


4. Realize uma pesquisa pré e pós-implantação

Um engenheiro deve realizar pesquisas de site pré e pós-implantação. Uma pesquisa de site de pré-implantação pode ser preditiva ou "AP-on-a-stick". As pesquisas preditivas no local permitem que um engenheiro use plantas baixas para decidir onde os pontos de acesso devem ser implantados.

O software de planejamento usa cobertura, capacidade e materiais de construção para criar o modelo preditivo. Um site survey AP-on-a-stick é um processo manual no local, no qual um engenheiro faz leituras colocando o ponto de acesso em diferentes áreas do piso.


5. Evite a saturação por broadcast

Broadcasts (ou multicasts) são enviados para os hosts em uma rede e nenhum segmento deve ter mais de 20 deles. Como o tráfego multicast acontece intensamente em um grupo de máquinas, é importante que ele seja controlado e restrito apenas às máquinas que estejam habilitadas a recebê-lo.


6. Desligue os rádios de 2,4 GHz

Em alguns cenários, pode ser benéfico desativar rádios de 2,4 GHz. Isso pode ser devido a razões como um alto número de rádios de 2,4 GHz em uso ou uma alta quantidade de ruído devido à superlotação do espectro de 2,4 GHz.

Uma coisa é certa: é preciso saber quais dispositivos usarão o Wi-Fi para tomar a decisão final de desligar os rádios de 2,4 GHz.


7. Evite interferências entre canais

A interferência entre canais ocorre quando dois ou mais pontos de acesso fornecem cobertura na mesma área e estão usando o mesmo canal. O Wi-Fi é um meio compartilhado. Quando vários pontos de acesso estão atendendo clientes no mesmo canal, a comunicação sem fio é gravemente prejudicada.

Cada ponto de acesso deve ter como objetivo fornecer um tamanho de célula planejado em canais não sobrepostos. Este plano fornece tempo de antena ideal para cada cliente. Ao ter vários pontos de acesso no mesmo canal na mesma área de cobertura, ele efetivamente tira o tempo de antena que cada dispositivo pode ter.

Posts relacionados

  • Redes | Tempo para ler: 3 min

Por que a rede é a última fronteira da automação de TI?

Apesar de a maioria das empresas ainda gerenciar suas redes de forma manual, isso tende a mudar muito em breve.

 

  • Redes | Tempo para ler: 4 min

O que é VPN e qual a importância para as empresas?

Entenda por que a VPN é indispensável para sua empresa.

 

Como o Big Data será impactado pelo 5G nas Smart cities?

O 5G vai mudar de forma considerável e permanente o modo como as casas inteligentes realizam a coleta de dados.

 

Escreva seu comentário