<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Partner Portal
  • Maior desempenho e redução de custos com armazenamento Flash
  • Baixar agora
  • Free Trial SEP Cloud - Alta proteção de endpoints com uma solução intuitiva. Ofereça já para seus clientes.
  • Partner Portal
  • Maior desempenho e redução de custos com armazenamento Flash
  • Baixar agora
  • _banner-home-mobile_-symantec-sep-cloud.png

6 razões para implementar a arquitetura de microsserviços

Postado por Equipe Westcon em 25/jul/2017 5:00:00

Essa tecnologia oferece simplicidade e agilidade para que as equipes realizem suas tarefas de forma otimizada. Entenda porque as empresas estão mudando para essa arquitetura.

 

6 razões para implementar a arquitetura de microsserviços

 

 

A arquitetura de microsserviços é uma abordagem para o desenvolvimento de aplicativos em que uma grande aplicação é construída como um conjunto de serviços modulares. Cada módulo suporta um objetivo específico e usa uma interface simples e bem definida para se comunicar com outros conjuntos de serviços como trouxemos no artigo “Segurança em arquiteturas de microsserviços”

Essa tecnologia requer uma gestão pouco centralizada, cada serviço executa um processo único e, geralmente, gerencia seu próprio banco de dados. Isso não só proporciona às equipes de desenvolvimento uma abordagem mais descentralizada para a construção de softwares, mas também permite que cada serviço seja implantado, reconstruído, redistribuído e gerenciado de forma independente.

Os microsserviços ainda podem aliviar alguns problemas de segurança. Eles simplificam o monitoramento, porque as várias partes de um aplicativo estão isoladas. Assim, uma violação pode acontecer em uma seção sem afetar as outras áreas do projeto. Além disso, fornecem resistência contra ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS).

Ao utilizar esse modelo, o código é dividido em serviços independentes e executados em processos separados, o que é útil para empresas que não possuem uma ideia predefinida da variedade de dispositivos que irão suportar seus aplicativos. A saída de um serviço é usada como entrada para outro em uma orquestração de serviços independentes. Assim, os microsserviços permitem que as organizações desenvolvam aplicativos que proporcionem experiências de usuário consistentes em uma variedade de plataformas.

 

Confira 6 benefícios importantes para que seus clientes apostem na implementação dessa tecnologia:


1 - Resiliência: uma falha no código em outras arquiteturas afetaria diversos serviços e funções. Agora, com microsserviços e suas entidades separadas, o impacto se torna mínimo. Nos casos de manutenção, os usuários não irão perceber os momentos de inatividade.

2 - Escalabilidade: é um dos principais recursos dos microsserviços. Por meio dessa característica, é possível expandir funções ou serviços sem que seja necessário dimensionar todo o aplicativo. Dessa forma, a empresa pode implantar serviços críticos em vários servidores para aumentar a disponibilidade e o desempenho sem impactar os demais.

3 - Flexibilidade: permite que a empresa trabalhe com mais de um fornecedor e tenha a flexibilidade de utilizar as ferramentas específicas para cada tarefa. Assim, cada tarefa poderá funcionar com sua própria estrutura e ainda se comunicar facilmente com os outros serviços de sua aplicação.

4 - Adicionar recursos facilmente: não é necessário reescrever toda a base de códigos para adicionar ou modificar recursos.É possível fazer alterações apenas onde for necessário, realizar testes independentes e disponibilizar aplicações e serviços de forma ágil.

5 - Manutenção: a depuração e os testes são facilitados com módulos menores passando por um processo contínuo de entrega, assim a capacidade de fornecer aplicativos com menos erros é melhorada, reduzindo as necessidades de manutenção.

6 - Entrega contínua: os microsserviços fazem uso de equipes multifuncionais para lidar com todos os processos de uma aplicação em um modelo de entrega contínua. Por isso, as equipes de operações e teste e os desenvolvedores podem trabalhar simultaneamente.

O conceito de microsserviços traz uma proposta simplificadora para as corporações que querem otimizar seus processos, mas como toda nova tecnologia, deve ser implementada aos poucos e com um bom planejamento para que falhas não atrapalhem a produtividade da empresa.

 

Baixe o e-book grátis

Categoria(s): Virtualização