<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Markeplace
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Baixar agora

6 etapas para fazer um plano estratégico de TI

Postado por Equipe Westcon em 15/out/2018 5:00:00

Para aproveitar todos os benefícios que esse processo pode oferecer, como aumento da produtividade e redução de custos, é necessário seguir um passo a passo.

 

6 etapas para fazer um plano estratégico de TI

 

 

Atualmente, a TI está presente na rotina de toda a empresa. Ela é crucial para as decisões estratégicas de negócios e está inserida em todos os processos corporativos, fornecendo insumos decisivos para o sucesso de qualquer empreendimento. Por isso, é importante realizar uma gestão de TI eficiente e alinhada à realidade da organização.

O planejamento estratégico de TI é o processo de gestão que deve ser utilizado pelas empresas para avaliar suas condições internas e externas para que melhores decisões sejam tomadas nos negócios. É por meio de um planejamento eficiente que as corporações conseguem alinhar seus recursos tecnológicos com os objetivos comerciais.

As empresas estão percebendo cada vez mais a importância de se desenvolver um plano estratégico de TI para identificar as novas oportunidades para seus negócios. Os benefícios desse processo são inúmeros, como a otimização do tempo de tarefas, aumento da produtividade, redução de gastos e prejuízos, além do crescimento dos lucros.

O plano estratégico de TI é fundamental para que a empresa esteja preparada a longo prazo para se adaptar às possíveis mudanças no ambiente, tanto para aproveitar as novas oportunidades do mercado como para lidar com as ameaças.

Portanto, para que seja possível fazer um plano estratégico de TI e ter sucesso, os clientes de sua revenda de TI devem seguir alguns passos. Confira quais são eles e torne-se um parceiro estratégico no desenvolvimento desse processo para garantir a continuidade e prosperidade dos negócios de seus clientes.

 

Treinamentos Westcon


6 etapas para fazer um plano estratégico de TI

 

1. Definição dos objetivos do plano

Primeiramente, é necessário definir os objetivos de curto, médio e longo prazos antes de iniciar o planejamento. Nesse momento, é necessário ter uma noção de quais serão essas metas para ter um norte de quais caminhos as próximas etapas seguirão.

Os objetivos do plano estratégico de TI podem ser:

  • Otimização de processos;
  • Redução de custos;
  • Aumento da produtividade;
  • Aumento da mobilidade;
  • Aumento da segurança;
  • Melhoria das entregas de serviços e produtos;
  • Conquistas de novas oportunidades de mercado.

2. Análise do ambiente atual

Além de determinar as metas para o futuro, é preciso analisar o presente para elaborar um plano de TI mais preciso. Para isso, a TI deve fazer um levantamento de informações sobre os sistemas corporativos, as demandas e necessidades de cada departamento.

Isso é fundamental para que o gestor do planejamento consiga entender onde estão os gargalos da produção, quais mudanças são necessárias para otimizar as tarefas realizadas, além das ferramentas que podem ajudar a torná-las mais eficientes.

Algumas questões podem ajudar essa análise, como:

  • Qual a capacidade atual da TI?
  • Quais as vulnerabilidades encontradas?
  • Como está a TI dos concorrentes?
  • Quais tecnologias emergentes podem afetar ou beneficiar a empresa?


A resposta para essas perguntas irão dar suporte para a TI fazer uma reflexão precisa sobre a atual realidade da empresa e determinar o que é necessário para o futuro.

3. Mapeamento das soluções tecnológicas disponíveis

Essa etapa é crucial para o sucesso do plano estratégico de TI. É quando os gestores devem pesquisar e definir quais soluções tecnológicas serão implementadas em sua organização.

Para realizar essa tarefa, é necessário muita atenção e a ajuda de profissionais especializados para otimizar os resultados. Os gestores devem buscar por fornecedores que oferecem os melhores resultados, preços, condições de contrato e suporte constante.

Dessa forma, será possível contar com as soluções mais completas e eficientes, capazes de se adaptar à rotina operacional da empresa com rapidez e qualidade. Isso é fundamental para o plano estratégico de TI.

4. Definição das estratégias de TI

A partir dos objetivos estabelecidos e a análise dos ambientes interno e externo, é feita a formulação das estratégias de TI de forma que estejam alinhadas às estratégias de negócios.


5. Plano de execução

Esse plano é um detalhamento das estratégias que torna a execução mais clara e monitorável. Nessa etapa, devem ser criados os indicadores de performance.

Os indicadores são responsáveis por medir o desempenho das estratégias e se elas estão sendo realizadas de acordo com o planejado.


6. Monitoramento e ajustes

É necessário determinar a frequência com que o plano estratégico de TI será avaliado, como por exemplo de forma mensal ou trimestral. Os indicadores criados no plano de execução irão medir se as metas parciais e totais propostas estão gerando os resultados esperados.


Caso alguma parte do plano não esteja correspondendo às expectativas, a equipe de TI pode realizar os ajustes necessários. Dessa forma, é possível melhorar a performance da empresa, mantendo-a no caminho certo para prosperar e conquistar melhores resultados.

Categoria(s): Suporte de TI