<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Markeplace
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Partner Portal
  • Mantenha os dados seguros em tempos de Transformação Digital - Fortinet
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Mantenha os dados seguros em tempos de Transformação Digital - Fortinet

5 tendências tecnológicas para os CIOs ficarem de olho

Postado por Equipe Westcon em 31/jul/2018 5:00:00

A área de TI proporciona diversos experimentos que se transformam em inovações tecnológicas e beneficiam diversos setores.

 

5 tendências tecnológicas para os CIOs ficarem de olho

 

 

As inovações que o setor de TI traz vêm alterando a forma como os mercados funcionam e têm aumentado a demanda por profissionais especializados, exigindo altos investimentos e sem parar de crescer. Essa nova realidade impacta diretamente os negócios e todos os setores envolvidos.


Para preparar-se para essas mudanças e expandir os horizontes, trouxemos 5 tendências tecnológicas que já estão adentrando nas nossas relações sociais e comerciais, e que todas as empresas devem prestar atenção. Confira:

 

1. Inteligência Artificial (IA)

Já muito falada mas em constante evolução por diversas aplicações e presente em quase todos os sistemas e soluções tecnológicas, a IA vai continuar em pauta pelos próximos anos como uma das principais tecnologias globais.


A IA deixa robôs, drones e outros tipos de máquinas mais inteligentes, capazes de reagir a estímulos e responder perguntas. Assim, contribuem com insights para tomadas de decisões na indústria sem precisar da intervenção humana. Isso causa uma série de transformações em postos de trabalho e revoluciona as necessidades humanas, tanto de colaboradores para grandes indústrias como para o atendimento humano nas relações B2B e B2C.


Já lidamos diariamente com este tipo de tecnologia quando ligamos ao SAC de uma empresa e respondemos à máquina, em chats de e-commercers ou sites online, ou ainda quando pedimos orientações por comando de voz ou texto a assistentes pessoais em smartphones, tablets e computadores. A tendência é que a própria máquina responda e direcione o cliente para a resposta específicas no FAQ, sem precisar passar por nenhum atendente.

 

Ebook Gratuito - 10 tecnologias que podem aumentar a produtividade da sua empresa - Baixar agora | Polycom

 

 

2. Internet das Coisas (IoT)

Essa é mais uma das tecnologias já muito exploradas por aqui, mas que continua fortemente ativa. Até 2020, pelo menos 95% dos aparelhos eletrônicos desenvolvidos terá a tecnologia da Internet das Coisas. Ou seja, os dispositivos estarão interligados por meio de software ou sensores e serão capazes de transmitir dados em rede. Não se trata apenas de smartphones ou computadores. Estamos falando de câmeras, portões eletrônicos, geladeiras, etc.

 

As empresas vão usar esses recursos de conectividade para controlar informações em nuvem e gerenciar corretamente dispositivos capazes de proporcionar o aumento na produtividade. A Internet das Coisas será fundamental para a competitividade no mercado, visto que as empresas que não aderirem ao uso de processos digitais no cotidiano de gerenciamento do negócio e pessoas, estará rapidamente defasada.

 

3. Realidade virtual e aumentada

Termo muito conhecido na indústria de Jogos Digitais, as realidades virtual e aumentada serão muito usadas nos próximos anos na indústria do entretenimento, lazer e na vertical de educação. Além de jogos, poderemos ter acesso em museus, estádios, hotéis, varejo, entre outros. Essa ferramenta também passa a atuar em aplicações de negócios.


Ela pode ser usada em lojas, por exemplo, para permitir que os clientes tenham acesso a novas informações dos produtos e para o dono do comércio, que saberá com mais facilidade quais são as chamadas “zonas quentes”, que são os locais onde os clientes permanecem por mais tempo dentro do estabelecimento. Já na área de saúde, será possível escanear o local lesionado e obter todas as informações do paciente, por exemplo.


Além disso, novas experiências imersivas serão proporcionadas por essa tecnologia, como óculos de realidade virtual para treinamentos de pilotos, estudantes de Ensino a Distância serem capazes de estudar o corpo humano como se ele estivesse in loco ou vivenciar passear por uma cidade que você gostaria de conhecer mas não possui tempo ou recurso financeiro para isso.

 

4. Blockchain

A tecnologia deste grande livro contábil sairá da teoria para entrar na prática já em 2018. Será possível fazer tracking e auditoria de medicamentos usando um sensor desenvolvido pela IoT. Os objetos serão rastreados e as informações serão guardadas no Blockchain. Assim, os dados estarão seguros e sua imutabilidade será resguardada, sem alterações que poderiam acontecer no trajeto.


O setor financeiro também deve se beneficiar dessa tecnologia. Não há uma instituição financeira que não use ou não esteja considerando usar o Blockchain. Garantir a identidade digital também será tarefa dessa ferramenta. Se você não tem muita experiência no assunto, temos um ótimo artigo explicando o que é Blockchain aqui em nosso blog.

 

5. Plataformas de conversão

As plataformas normalmente recebem ordens e executam tarefas. Como a interação entre homens e máquinas está tomando outra proporção, automatizar essa comunicação requer interfaces melhores e mais adaptadas a isso. O ideal é desenvolver sistemas mais sofisticados e flexíveis que trará respostas rapidamente. Exemplos dessas plataformas são conversores de arquivos online, aplicativos como Progressive Web App — que agrega tecnologias, conceitos de design e APIs da Web, entre outros.


6. Fog computing

Trata-se de um poder computacional que já está em vigor esse ano. Ele funciona para agilizar rotinas de empresas e profissionais. Não é preciso mais processar os dados na nuvem, mas sim, trabalhar com eles localmente. A nuvem será usada apenas para armazenamento. E passa a ser uma combinação de nuvens e não apenas uma.


Isso é possível porque possuímos um poder computacional incrível, com tecnologia de ponta tanto em PCs, quanto em smartphones. Processadores mais rápidos e capacidade maior de uso e gerenciamento de dados.

Com todas essas tecnologias em vigor e com a inserção de novas categorias tanto de informação como de trabalho, concluímos que a área de Tecnologia da Informação é uma impulsionadora de avanços que melhoram processos e cada experimento que dá certo é um grande benefício para diversos setores. Algumas de suas promessas para esse ano e para os próximos ainda estão sendo estudadas para aprimorar o seu uso, como o caso da IoT e da realidade virtual e aumentada, mas o fato é que o futuro digital para todas as verticais é muito promissor.

Categoria(s): Carreira em TI