<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

5 passos para proteger os dados corporativos na nuvem

Armazenar informação no ambiente virtual pode trazer diversas vantagens para as empresas, mas caso algumas precauções não sejam tomadas, podem se tornar alvos de ciberataques.

 

5 passos para proteger os dados corporativos na nuvem

 

Poucas são as formas de se armazenar informações e ter acesso a elas em qualquer lugar de um jeito tão prático quanto utilizar o armazenamento na nuvem. Esta é uma entre tantas vantagens que a Cloud pode trazer para as empresas. Por meio da mobilidade é possível acessar e compartilhar dados de qualquer lugar, a partir de um dispositivo conectado à internet.

Cada vez mais, a maneira como as empresas lidam com a Tecnologia da Informação (TI) é transformada pela Cloud Computing, que proporciona agilidade, eficiência e abre mais espaço para a gestão estratégica. Graças a isso, as corporações estão mudando a forma como produzem em seus ambientes de trabalhos.

No entanto, adquirir mecanismos de segurança para proteger os dados corporativos tornou-se essencial, visto que diversos colaboradores da empresa passam a ter acesso a eles diariamente, o que pode deixar a nuvem mais vulnerável a ciberataques.

Para garantir que pessoas não autorizadas não consigam acessar informações sigilosas, algumas medidas são necessárias, como utilizar serviços de criptografia, softwares de gestão de senhas, firewalls, realizar backups periodicamente, entre outros.

Além disso, algumas ações podem ajudar a reforçar a proteção das informações armazenadas na nuvem. Confira:

1 - Tenha atenção aos termos de segurança de serviço

Primeiramente, é importante ler com atenção os termos de serviços da empresa que é prestadora dos serviços em nuvem. Caso seja necessário, entre em contato com ela e verifique se o sistema e a segurança oferecidos são adequados a sua empresa.

Fique atento para os pontos de confidencialidade, que determinam que apenas pessoas autorizadas possam ter acesso às informações. O fornecedor deve garantir, também, que os dados jamais perderão suas características ao serem manipulados no Data Center.

2 - Entenda as diferenças entre as nuvens para se decidir

De um modo geral, os modelos são divididos em três: público, privado e híbrido. Cada um deles possui suas especificidades. Portanto, é importante escolher a opção de nuvem voltada para as necessidades e funcionalidades da empresa, para que seja possível integrá-las da melhor forma e otimizar os resultados e produtividade da corporação.

3 - Defina níveis de acesso para cada usuário

Diversos colaboradores da empresa terão acesso aos dados armazenados para desempenharem suas funções no trabalho, porém não é necessário que tenham permissão para acessar a tudo.

A TI deve limitar o acesso de cada usuário ao que realmente é necessário para sua rotina, além de gerenciar o que todos os usuários estão realizando com seus acessos. Assim, fica mais fácil garantir a privacidade da informação e ter o controle dos documentos acessados por cada colaborador.

4 - Invista em treinamentos

Todos os usuários precisam ser orientados quanto à forma correta e mais segura de utilizar o sistema corporativo. Dessa forma, os funcionários devem contar com treinamentos para aprender a manter o ambiente protegido.

5 - Identifique dados críticos

Muitas empresas lidam com dados sigilosos, como informações de clientes, dados financeiros e segredos empresariais, portanto, merecem um cuidado especial. Os administradores de TI devem providenciar mecanismos reforçados para cuidar dessas informações, como monitoramento constante e criptografia.

Mesmo que a empresa esteja em dia com todas essas práticas, é preciso ir além para garantir que tudo estará a salvo. Para que a integridade das informações estejam efetivamente seguras, é ideal que a empresa esteja em constante monitoramento da rede e crie estratégias reforçadas de proteção, além de se manterem sempre atualizadas sobre as últimas tendências de segurança.

Manter os dados no ambiente virtual é uma ótima alternativa, e com a devida atenção às características essenciais da segurança, pode ser muito mais seguro do que manter informações no Data Center local corporativo.

Baixar agora

Posts relacionados

3 dicas para melhorar a segurança do provedor de Nuvem

Identificar ameaças e estabelecer políticas internas de segurança são essenciais para melhorar a segurança do provedor de Nuvem.

Qual a Nuvem ideal para o negócio de seus clientes?

Cada modelo de Nuvem traz suas vantagens e desvantagens.

Edge Computing: como se relaciona com a Nuvem e quais os benefícios?

Essa abordagem surgiu para ajudar as empresas a atenderem às novas demandas tecnológicas que surgem no mercado diariamente. Aprender a utilizá-la é um grande diferencial.

Escreva seu comentário