<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

5 maneiras de manter a privacidade no smartphone sem necessidade de downloads

O desenvolvimento de padrões de controle e a mudança na postura do usuário são algumas boas práticas a serem aplicadas para evitar a perda de informações pessoais.

 

5 maneiras de manter a privacidade no smartphone sem necessidade de downloads

 

Você pode fazer download de aplicativos para auditar sua privacidade, mas quem quer dizer que esses aplicativos não são um risco de segurança próprios? Aqui estão cinco dicas para manter sua privacidade no mundo sempre conectado.

Manter a privacidade na era digital não é uma tarefa simples, especialmente quando se trata de dispositivos móveis. Atualmente, a maioria das pessoas utiliza o smartphone para realizar diversas tarefas do dia a dia, inclusive aquelas que requerem senhas e dados pessoais, como transações bancárias. Além disso, armazenam uma grande quantidade de informação pessoal em seus aparelhos, o que pode gerar grandes prejuízos caso o aparelho seja roubado ou infectado por um malware.

Devido a esses riscos, a preocupação de que informações pessoais sejam acessadas por terceiros tem aumentado entre os usuários. Pensando nisso, trouxemos 5 dicas que ajudam a manter a privacidade e segurança de dados armazenados em dispositivos móveis, sem a necessidade de realizar downloads de aplicações.

 

1. Usar senhas e/ou uma impressão digital

A maneira mais fácil de garantir a proteção de um dispositivo móvel é por meio de um código de acesso. Quando possível, deixe o desbloqueio do aparelho com impressão digital ativado. Ainda que seja possível driblar esse método básico de segurança, ele acrescenta uma camada essencial de segurança que vai parar a maioria das pessoas.

2. Permissões de auditoria de aplicativo

Mesmo aplicativos legítimos podem solicitar permissões desnecessárias que comprometem a segurança. Por isso, observe as permissões para execução, elas devem ser coerentes com a finalidade do aplicativo, por exemplo um app de jogo não precisa ter acesso a sua lista de chamadas.

Você também pode revisar as permissões de aplicativos já instalados. Na categoria de configurações de privacidade do aparelho é possível rever quais aplicativos têm acesso a quais partes do dispositivo. Os aplicativos que solicitam permissões específicas aparecerão em determinadas categorias, assim, é possível alterar ou desativar a permissão.

3. Certifique-se de que o serviço "Localizar meu aparelho" esteja ativado

A maioria dos smartphones hoje em dia oferece o serviço de localização do dispositivo. Por isso, essa função deve ser configurada corretamente e a permissão do software deve ser executada. Em caso de roubo, esse serviço permite que você bloqueie, limpe e desative o dispositivo remotamente para evitar qualquer roubo de informações privadas.

4. Não ignore atualizações

Um dispositivo com o sistema operacional desatualizado fica ainda mais vulnerável. Manter o dispositivo atualizado é um dos principais métodos de segurança de dados. Diversas atualizações estão ligadas a questões de segurança. Assim, se o dispositivo não estiver executando a versão mais recente, poderá ser vítima de um ataque que poderia ser evitado facilmente.

5. Ativar a opção “Não rastrear no seu navegador da Web”

Cheque as opções de configuração da Web no aparelho. É possível bloquear a permissão de sites coletarem dados de publicidade e outras informações de identificação pessoal.

Além dessas ações, alguns outros cuidados podem reforçar a privacidade dos dados armazenados, como manter as interfaces de comunicação desativadas e só habilitá-las quando necessário, fazer backups periódicos, deixar informações sensíveis em formato criptografado, utilizar conexões seguras sempre que realizar tarefas que envolvam dados confidenciais, ao obter um aplicativo, certificar se a fonte é confiável, utilizar antivírus, desabilitar a opção de conexão automática do Wi-Fi, além de tomar muito cuidado ao utilizar redes públicas, entre outras. Finalmente, quando for se desfazer do aparelho, é importante que o usuário se lembre de restaurar as configurações padrão de fábrica.

 

A importância do gerenciamento e automação na virtualização do Data Center

Posts relacionados

Qual a importância da mobilidade corporativa para os negócios?

As empresas precisam adaptar suas estratégias para conseguirem se manter no mercado competitivo atual. Entenda como esse conceito é fundamental.

Como criar uma estratégia de chatbot de sucesso para os negócios?

A resposta parece simples e objetiva: escolha a tecnologia certa e comece aos poucos.

Melhores e piores práticas em gerenciamento de despesas móveis

Entenda como gerenciar suas despesas móveis e aprenda como práticas positivas e negativas podem afetar seu negócio

Escreva seu comentário