<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

5 ferramentas de privacidade de dados que não exigem altos investimentos

Garantir que o sigilo e segurança das informações corporativas é uma tarefa fundamental para qualquer negócio. Veja como fazer isso, mesmo com baixos orçamentos.

 

Garantir a privacidade dos dados dos clientes armazenados pelas empresas é uma tarefa fundamental, principalmente com a aproximação da LGPD, legislação brasileira que pretende penalizar empreendimentos que não realizarem o devido tratamento das informações pessoais dos usuários.

Devido a isso é necessário que as empresas reforcem suas políticas de segurança e de acesso aos dados corporativos para que apenas pessoas autorizadas possam utilizar essas informações.

No entanto, com o aumento acelerado do volume de dados captados e armazenados pelas corporações tem sido cada vez mais difícil manter a segurança deles. É por isso que as ferramentas de privacidade de dados passaram a ser itens essenciais para qualquer empreendimento.

Por meio das ferramentas de privacidade corretas é possível garantir que todas as informações corporativas sejam mantidas em sigilo. Mas como decidir qual é a escolha certa? Muitas organizações não possuem grandes orçamentos para investir em soluções robustas e caras e, por isso, não sabem qual utilizar.

Para lhe ajudar nessa missão, separamos listamos algumas ferramentas de proteção econômicas e eficientes que são capazes de ajudar sua empresa a proteger as informações sem altos investimentos. Confira a seguir:

5 ferramentas de privacidade de dados

Se sua empresa não pode investir altos valores em soluções de privacidade de dados, mas mesmo assim precisam lidar com o aumento do fluxo de dados e com o crescimento dos negócios é necessário ficar de olho nas ferramentas abaixo:

1. Autenticação multifator (MFA)

As ferramentas MFA são sistemas de segurança que requerem mais de um método de autenticação para verificar a identidade do usuário e liberar o acesso. Ele combina dois ou mais tipos de credenciais, como biometria e token de segurança para garantir que pessoas mal intencionadas não consigam driblar sua segurança.

Esse tipo de solução é muito eficiente e não exige altos investimentos. Ao adquirir um dispositivo MFA de um fabricante confiável, a organização é capaz de lidar com as crescentes demandas de dados, reforçando a privacidade deles.

New call-to-action

2. Gestão de senhas

É possível encontrar ferramentas de gestão de senhas de baixo preço e até mesmo versões gratuitas. Elas podem ser integradas aos sistemas e são muito úteis para evitar que os usuários utilizem senhas fracas ou repetidas que são facilmente vazadas.

Assim, em vez de precisar memorizar diversas sequências, o usuário irá utilizar sua senha mestra do gerenciador, a qual irá preencher automaticamente as informações de login apropriadas para a determinada página que está sendo acessada.

3. Criptografia de e-mails

Uma das formas mais bem-sucedidas utilizadas por cibercriminosos para invadir os sistemas corporativos é o ataque phishing, em que e-mails com vírus são enviados aos colaboradores disfarçados de mensagens verídicas. É por isso que a criptografia é fundamental para garantir a privacidade dos dados corporativos.

Hoje em dia é possível utilizar softwares gratuitos ou contratar soluções a preços acessíveis que são capazes de criptografar totalmente as comunicações dos e-mails, impedindo que os atacantes consigam interpretá-los.

4. Proteção de roteador

Atualmente é possível encontrar soluções de proteção de roteadores robustas e com um bom suporte oferecido pelo fabricante. Há diversos modelos disponíveis para empresas com baixos orçamentos no mercado que podem se adaptar facilmente às demandas corporativas e fornecer a segurança necessária.

5. Redes privadas virtuais

Outra excelente forma de garantir a privacidade dos dados sem investir altas quantias é por meio da criptografia do tráfego com softwares de redes privadas virtuais (VPN).

Elas são facilmente configuradas e permitem que os dados confidenciais sejam transmitidos com segurança, impedindo que pessoas não autorizadas interceptem as informações.

Além de proteger os usuários contra ataques, a VPN também pode ser utilizada como uma forma de permitir que usuários remotos e filiais acessem aplicações e outros recursos com maior controle.

Ao contar com essas ferramentas é possível reforçar a segurança e privacidade das informações corporativas sem que seja necessário realizar grandes investimentos em soluções complexas. Desse modo, é possível se focar em questões importantes para o core business da empresa, garantindo o crescimento dos negócios.

Posts relacionados

Quais os desafios atuais de segurança e privacidade digital?

Mudanças no cenário corporativo estão exigindo que as empresas reforcem a proteção e transparência no uso de dados pessoais de usuários.

Como executar um teste de intrusão?

Esse processo pode tornar segurança da informação de uma empresa mais forte e eficaz. Aprenda a colocá-lo em prática!

O que é um teste de intrusão e qual a importância para as empresas?

Estar um passo à frente do cibercrime é primordial para que as corporações consigam eliminar suas vulnerabilidades e se destacar no mercado.

Escreva seu comentário