<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

5 dicas fundamentais para adotar a hiperconvergência

67% dos empresários estão usando ou planejando adotar infraestrutura hiperconvergente.


As organizações querem simplicidade sem compromisso. Uma infraestrutura aberta hiperconvergente fornece exatamente o que eles precisam: computação e armazenamento definidos por software integrados em um espaço compacto, poderoso e fácil de gerenciar. Além disso, ele pode ser implantado em diferentes ambientes para diferentes fins, como escritórios remotos, Data Centers consolidados, entre outros.

De acordo com o relatório State of the Enterprise Datacenter, 67% dos empresários estão usando ou planejando adotar infraestrutura hiperconvergente. A maioria das soluções hiperconvergentes vem de fornecedores que não estão interessados ​​nas necessidades de longo prazo das empresas.

Esse não pode ser o caso no ambiente de hoje. As empresas exigem flexibilidade, escalabilidade, abertura e a capacidade de formar parcerias com organizações que têm a visão de apoiar seus planos de três anos.

Manter uma vantagem competitiva é uma tarefa cada vez mais difícil, com benefícios como escalabilidade, operacional eficiência e custos reduzidos que ajudam a promover a inovação e impulsionar a execução são essenciais para alcançar esse objetivo.

A necessidade de mudança

Entender por que a hiperconvergência surgiu em primeiro lugar significa entender seu antecessor: infraestrutura herdada. A infraestrutura herdada de três camadas, composta por armazenamento dedicado, rede e camadas de servidor, não atende mais às rápidas necessidades das empresas modernas.

Esses silos são responsáveis por interromper a inovação, complicando o gerenciamento e a implantação e muito mais. Com os orçamentos diminuindo, o aprisionamento do fornecedor associado à infraestrutura herdada apresenta desafios evitáveis para as organizações. Além disso, as atualizações necessárias solicitam que a TI preveja as necessidades com 3 a 5 anos de antecedência, o que é quase impossível de ser exatamente correto.

Sua clara infraestrutura herdada tornou-se arcaica na era moderna, dá dicas de poder de negociação aos fornecedores e força a TI a ficar para trás das necessidades dos negócios. Era necessária uma nova abordagem.

 

Conheça o K•NOW!

 

Os primeiros anos

Após sua infância, em meados dos anos 2000, surgiu o armazenamento definido por software (SDN), que poderia ser entregue como um pacote de software unificado. Sem mencionar, a introdução do SDN eliminou a necessidade de vigilância e gerenciamento rigorosos, automatizando uma tarefa que antes era entediante e trabalhosa.

Enquanto um avanço, essa forma de armazenamento ainda contava com um sistema de armazenamento compartilhado, que, para um futuro tecnologicamente ansioso, não era suficiente.

À medida que a digitalização crescia nas empresas e se viam adotando novos aplicativos, eles precisavam de poder computacional para poder executá-los. Na época, a TI normalmente mantinha uma infraestrutura dedicada para suportar esses aplicativos. Com o tempo, os líderes de TI encontraram oportunidades para aumentar a utilização e, finalmente, reduzir custos.

Confira, a seguir, cinco razões pelas quais você deve considerar a adoção de uma infraestrutura aberta hiperconvergente hoje.

1 Consolidação de infraestrutura

Uma infraestrutura aberta hiperconvergente permite consolidar em um espaço menor. Você pode reduzir tudo para um conjunto menor de servidores, economizando espaço e criando maior eficiência.

2 Inovação de código aberto

Uma infraestrutura aberta hiperconvergente é impulsionada pela inovação contínua da comunidade de código aberto upstream. Os esforços da comunidade criam virtualização, armazenamento definido por software e tecnologias de rede aberta para fornecer ao núcleo de uma infraestrutura hiperconvergente maior flexibilidade e custos mais baixos do que as soluções proprietárias.

3 Transformação do Data Center

A infraestrutura aberta hiperconvergente é o primeiro passo para um gerenciamento de data center mais flexível e altamente escalável. As empresas podem começar pequenas e crescer ao longo do tempo, sem necessidade de atualizações de "substituição e substituição".

Ela é mais fácil de administrar, e ainda mais poderosa, do que os esforços para gerenciar o sistema operacional, a virtualização e as camadas de armazenamento separadamente. E, é claro, sua natureza de código aberto significa que as empresas têm liberdade de escolha para usar o hardware de computação que desejam, sem medo do aprisionamento de fornecedores.

4 Otimização de custos

Empacotar tudo junto leva a maior eficiência de custo e melhor valor geral. Você pode aproveitar os custos operacionais mais baixos gerenciando os recursos de armazenamento definido por software e de computação juntos por meio de uma interface única e fácil de usar.

5 Conteinerização e virtualização

Uma infraestrutura hiperconvergente aberta permite executar cargas de trabalho e contêineres virtualizados lado a lado, tornando-os mais fáceis e econômicos de gerenciar. Adicione automação e você terá um ambiente de TI criado para acelerar o desenvolvimento de aplicativos, hoje e no futuro.
Ao considerar esse futuro, é importante selecionar um fornecedor que tenha investido nas tecnologias que estão moldando o cenário de desenvolvimento de aplicativos.

Posts relacionados

Quais as vantagens da hiperconvergência?

Essa tecnologia é capaz de proporcionar maior flexibilidade, agilidade e segurança para os processos corporativos, por isso, é essencial para negócios digitais. 

Escreva seu comentário