<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

4 vantagens do backup em nuvem e 5 passos simples para ter sucesso

Diante do atual cenário de constantes ciberataques, a cópia de dados tornou-se um processo essencial nas empresas. Quando realizada no ambiente virtual, pode ser mai eficiente e segura. 

 

4 vantagens do backup em nuvem e 5 passos simples para que seja um sucesso

 

Realizar o backup de dados é fundamental para empresas de todos os segmentos e tamanhos, tanto devido a possíveis falhas no sistema, como a perigos de ciberataques, os quais têm se tornado cada vez mais constantes e evoluídos, como o ataque de Ransomware que afetou empresas no mundo todo em maio deste ano e pudemos acompanhar aqui no Canal westcon. Neste caso, a realização de backups por parte das corporações foi uma estratégia essencial para não perder dados importantes para os criminosos.

A cópia de dados convencional ainda é muito utilizada e pode ser considerada útil para determinados negócios. Ela consegue atender à uma camada mais superficial de replicação de informações e arquivos, mas é uma solução vulnerável a riscos, como falhas humanas e técnicas ou até mesmo desastres naturais.

Por isso, realizar o backup na nuvem deixou de ser apenas uma novidade e tornou-se fundamental para as empresas que querem manter a segurança de suas informações. Ele diminui os riscos de perda de dados e os custos com hardware, além de garantir que as informações e dados críticos não sejam perdidos e estejam disponíveis a todo momento.

As suas 4 principais vantagens são: disponibilidade, segurança, flexibilidade e menores custos. Confira como elas podem ajudar a empresa de seus clientes:

 

Disponibilidade: o servidor físico pode passar por interrupções e paradas para manutenção. Caso o sistema sofra alguma falha brusca e seja necessário recuperar dados, o processo levará muito tempo e diversos dados podem ser pedidos pelo caminho. Agora, na nuvem, as empresas podem contar que seus arquivos estejam disponíveis o tempo todo e em qualquer lugar, além de ser possível armazenar e restaurar dados sempre que for preciso.

Segurança: o backup físico no local pode trazer perigos, caso ocorram incêndios, quedas de energia, roubo, entre outros. Ainda que seja realizado fora da empresa, é uma tarefa complexa, pois exige conhecimento e investimento em infraestruturas, algo que muitas vezes tornava o projeto inviável. Por isso, a segurança é muito maior na nuvem. Tudo é realizado de forma automatizada e digital, o que reduz drasticamente riscos de perda, acesso indevido e violação de dados. As informações ficam armazenadas em um data center protegido e os dados são replicados para diversos locais. Assim, caso ocorra algo com o servidor principal da empresa, os dados continuam protegidos.

Flexibilidade: os recursos físicos geralmente são limitados - equipamentos precisam de espaço, o orçamento aumenta constantemente, tornando-se inviável, entre outros problemas. Já a nuvem possui capacidade para atender todas as necessidades de negócio, independente do tamanho da corporação ou de sua equipe. O Cloud Backup permite armazenar dados, sem que a empresa se preocupe se o volume irá aumentar ou diminuir com o passar do tempo. Assim, é possível contratar a capacidade necessária e ajustá-la conforme as demandas mudam.

Custos menores: como o uso das ferramentas em nuvem é flexível, os gastos da empresa serão proporcionais à quantidade de recursos que ela utilizar, o que elimina a necessidade de desembolsar grandes quantias em logística, espaço físico, hardware, mão de obra especializada, entre outros.

Após conhecer os benefícios desse serviço, a empresa precisa avaliar suas necessidades antes de dar início ao processo. É necessário verificar quais recursos irá utilizar, quais dados devem ir para nuvem primeiro, além de pesquisar e encontrar um servidor de Cloud confiável e que ofereça suporte constante. Em seguida, devem ser implementadas políticas de backups e feita a escolha de um software de automatização.

Para realizar todas essas tarefas de forma prática e rápida, 5 passos podem otimizar os negócios de seus clientes. Saiba quais são:


1 - Automatização
Ao utilizar serviços na nuvem é possível automatizar tarefas que anteriormente eram realizadas manualmente. A equipe de TI pode programar backups periódicos e recorrentes, assim, caso algum problema aconteça, sempre haverá uma cópia dos dados à disposição.

2 - Integrações
É importante escolher mais de um fornecedor de serviço em cloud para diversificar onde as cópias de dados são armazenadas. Ao realizar esse processo, a empresa deve optar por fornecedores que permitem integrações com os concorrentes e com a variedade de aplicações utilizadas no negócio. Dessa forma, se é necessário migrar bits de dados e de um aplicativo de um servidor para outro, será possível realizar o processo sem ter que escrever um novo código.

3 - Cópias em várias regiões
As cópias dos dados devem ficar em várias regiões diferentes, principalmente as daquelas empresas que operam em diferentes regiões geográficas. Este processo previne que desastres geográficos ocorridos em locais próximos afetem os arquivos. Por isso, é importante salvar várias versões e diversificar onde e como os dados são armazenados. Essa tarefa pode ser automatizada e irá facilitar todo o processo de backup.

4 - Nuvem pública
O modelo público é uma opção mais barata e a empresa não precisará se preocupar com a administração do ambiente. É responsabilidade dos fornecedores do serviço lidarem com o gerenciamento e problemas de recuperação de dados, tornando assim, a tarefa da TI de seus clientes ainda mais fácil.

5 - Testes frequentes
Ainda que os registros mostrem que a cópia foi executada no horário programado, não quer dizer que algum problema não possa ter acontecido. A migração pode ter sido irregular ou interrompida e até os dados corrompidos. Por isso, ainda que o processo seja feito praticamente todo de forma automática, é importante realizar testes periódicos. A TI deve se certificar de que o backup realizado seja dos dados corretos e que eles possam ser recuperados facilmente.


Conheça o BlueSky

Posts relacionados

3 dicas para melhorar a segurança do provedor de Nuvem

Identificar ameaças e estabelecer políticas internas de segurança são essenciais para melhorar a segurança do provedor de Nuvem.

Qual a Nuvem ideal para o negócio de seus clientes?

Cada modelo de Nuvem traz suas vantagens e desvantagens.

Edge Computing: como se relaciona com a Nuvem e quais os benefícios?

Essa abordagem surgiu para ajudar as empresas a atenderem às novas demandas tecnológicas que surgem no mercado diariamente. Aprender a utilizá-la é um grande diferencial.

Escreva seu comentário