<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

4 fatores que impulsionam a adoção da virtualização de rede

  • Categoria:

    Redes

    | Tempo para ler: 5 min

Essa abordagem pode trazer diversos benefícios para os negócios e por isso tem sido adotada por cada vez mais empresas.

 

A virtualização é uma tendência que tem ganhado cada vez mais espaço nas estratégias de TI. Ela vem sendo utilizada pelas empresas em seus sistemas, plataformas e redes por oferecer diversas vantagens aos negócios, como a redução de custos operacionais, aumento da eficiência, agilidade e facilidade em seu gerenciamento.

Quando aplicada à rede, pode aprimorar as conexões corporativas, trazendo benefícios operacionais e possibilitando que a organização compartilhe ou realoque espaço de armazenamento entre seus servidores.

Isso é cada vez mais necessário à medida que as empresas precisam lidar com inúmeros dispositivos conectados e um crescente fluxo de dados sendo gerados, armazenados e compartilhados na rede corporativa.

A virtualização de rede consegue fornecer flexibilidade e velocidade para as infraestruturas de TI, o que é essencial para as empresas que querem se destacar no mercado competitivo atual. Por isso tem sido o melhor caminho para atender a todas as demandas de negócios.

Seus clientes já utilizam essa tecnologia? Entenda melhor a seguir os motivos que têm levado cada vez mais empresas a adotarem a virtualização de rede. Boa leitura!

O que é virtualização de rede?

A virtualização de funções de rede (Network Functions Virtualization - NFV) é uma abordagem da virtualização que substitui os dispositivos de hardware dedicados e de altos custos, como roteadores e firewall, por dispositivos baseados em software, executados como máquinas virtuais (VMs).

Ela permite a desassociação das funções de rede dos dispositivos de hardware dedicados, transferindo-as para os servidores virtuais, que consolidam várias funções em um único servidor físico.

Essa abordagem, além de diminuir a dependência dos hardwares dedicados, também melhora a escalabilidade e a personalização de toda a rede e torna seus upgrades mais simples e fáceis.

Além disso, elimina a necessidade de visitas de instalação e manutenção no local, pois os dispositivos virtuais substituem os dispositivos de rede dedicados de hardware.

Ela ainda oferece flexibilidade, que possibilita respostas mais ágeis para atender às demandas de serviço de rede. Quando um aplicativo executado em uma VM exige mais largura de banda, por exemplo, basta que a TI mova a VM para outro servidor físico ou forneça outra máquina virtual no servidor original para fazer parte da carga.

A NFV fornece várias vantagens importantes para a rede, como:

  • Menos espaço necessário para hardware;
  • Menor consumo de energia;
  • Custo de manutenção reduzido;
  • Upgrades ágeis e simplificados.

Especialize-se em SDDC

4 fatores que impulsionam a adoção da virtualização de rede

Agora que você já sabe como a virtualização de rede funciona, é importante entender os motivos que tem levados às empresas a adotarem essa tecnologia. Confira todos eles a seguir:

1. Facilidade no gerenciamento

De acordo com pesquisa realizada pela TechTarget com mais de 1300 profissionais de TI e redes por todo o mundo, o principal fator (47%) que impulsiona as empresas a adotarem a virtualização de rede é sua facilidade de gerenciamento.

Quando as organizações iniciam a migração de seus aplicativos e dados para a Cloud Computing precisam lidar com a complexidade da evolução do gerenciamento de infraestruturas de rede híbrida e de Multicloud.

Por meio da NFV é possível simplificar essa complexidade do gerenciamento de rede. Ela é instalada remotamente, sem que seja preciso se preocupar com a localização física da infraestrutura.

A TI pode selecionar qual rede virtual utilizará de diferentes fornecedores como parte de um único fluxo de trabalho, liberando tempo para os arquitetos de rede. Seu grande alcance e a presença globais permitem às organizações implementar com segurança e conectar-se diretamente para acessar facilmente mercados remotos e otimizar o desempenho da rede.

2. Segurança da informação

42% dos profissionais de TI adotam a virtualização de rede devido a sua alta capacidade de proteção. Atualmente, com a crescente ondas de ciberataques pelo mundo, as equipes de segurança são desafiadas a projetar e implementar serviços robustos capazes de evitar ataques sem prejudicar o desempenho da rede.

Por meio da virtualização de rede isso é possível. Ela ajuda as organizações a aprimorarem a segurança de sua infraestrutura de rede por meio de sua variedade de funções de firewall virtual que complementam e reforçam os sistemas já instalado.

Além disso, contam com firewalls integrados e recursos seguros de gateway da web, como IPS, detecção de malware, controles de aplicativos e filtragem de URL para estabelecer políticas de segurança consistentes nas redes e minimizar proativamente as ameaças.

3. Alta disponibilidade

Em terceiro lugar entre os fatores que levam a empresas a adotarem a NFV está a disponibilidade desse tipo de rede, que é um fator crítico no desempenho da carga de trabalho.

Ao implementar a virtualização de rede, é possível contar com ecossistemas que oferecem suporte à disponibilidade aprimorada da rede, fornecendo conexões privadas seguras, diretas e de baixa latência para Nuvem e provedores de serviços de rede.

4. Agilidade aprimorada

Outro fator essencial para a adoção da NFV é sua capacidade de prever e antecipar as mudanças nas demandas da rede. Assim ela permite que a TI implemente rapidamente os novos serviços necessários para responder às possíveis variações.

Por meio da virtualização de rede, a TI pode construir uma infraestrutura ágil e ainda provisionar funções de rede virtual de maneira rápida, confiável e segura, conforme as mudanças na demandas de negócios.

As empresas exigem, cada vez mais, infraestrutura de TI robustas com alta flexibilidade, velocidade e segurança. E, como você pôde ver, tudo isso pode ser oferecido pela virtualização de rede. Por isso, que cada vez mais empresas estão apostando nessa tecnologia para serem capazes de atender às necessidades dos negócios digitais atuais

Posts relacionados

  • Redes | Tempo para ler: 4 min

Por que as empresas precisam investir em monitoramento de rede?

Garantir a saúde dos sistemas internos de TI é uma tarefa indispensável para as empresas que querem se destacar no mercado e acompanhar as novas demandas digitais. 

  • Redes | Tempo para ler: 4 min

SD-WAN gerenciada x como serviço: tudo que sua revenda de TI precisa saber

A escolha do modelo da SD-WAN pode ser decisiva para a eficiência do negócio, por isso estudar as opções é indispensável.

  • Redes | Tempo para ler: 4 min

Home office: como o 5G pretende transformar o trabalho remoto?

5G pode otimizar os planos de continuidade de negócios remotamente com benefícios expressivos na infraestrutura de rede.

Escreva seu comentário