<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Veja como ter um sistema estável mesmo com picos de acesso
  • Para de se estressar com chamadas de voz sem qualidade
  • Como alcançar uma segurança inteligente após a transformação digital
  • Veja como ter um sistema estável mesmo com picos de acesso
  • Pare de se estressar com chamadas de voz sem qualidade

O que é Malvertising e como se proteger?

Postado por Equipe Westcon em 8/jan/2018 5:00:00

Anúncios e promoção que aparecem em sites constantemente acessados pelos usuários podem representar grande perigo para a segurança de toda a rede. Confira como não cair nesta armadilha.

 

O que é Malvertising e como se proteger?

 

 

Malvertising é uma ameaça cibernética que utiliza anúncios publicitários, como o malware já conhecido adware, para disseminar vírus pela internet. Esse termo vem da união das palavras em inglês “malicious” e “advertising” e significam propaganda maliciosa. Não há um tipo específico de site mais visado por essa ameaça, ela pode infectar até mesmo páginas populares e confiáveis.

A técnica utilizada pelos cibercriminosos para disseminar malwares é realizada por meio da compra real de espaços de anúncios em sites conhecidos e legítimos, o que torna mais fácil enganar o usuário. Assim, eles carregam propagandas infectadas por vírus e outros perigos.

Seu objetivo é carregar um código malicioso diretamente nos sites, assim não é preciso que o usuário interaja com o anúncio, apenas com o carregamento da propaganda, para que o código seja executado no navegador.

Nos casos em que ele não consegue instalar o vírus automaticamente, o Malvertising tenta se sobrepor ao conteúdo original do site para confundir a vítima e levá-la a clicar no link. Assim, é feito o redirecionamento para o conteúdo malicioso.

Os anúncios que parecem legítimos, mas na verdade são uma armadilha para os usuários, representam o maior perigo desse malware. Como nem sempre as propagandas encontradas em páginas da internet apresentam perigo aos usuários, esse tipo de ataque é o que afeta o maior número de pessoas, pois, devido a sua evolução nos últimos anos, está cada vez mais difícil diferenciá-la de anúncios legítimos.

Clique e

 


Então, como é possível evitar um ataque Malvertising?


Primeiramente, é importante evitar sites suspeitos, pois, ainda que essa ameaça também esteja em páginas legítimas, a chance de um site inseguro estar contaminado é maior.

Além disso, há uma série de medidas importantes para reforçar a segurança que os usuários devem aplicar em seus dispositivos, confira quais são elas:

1. Utilizar boas soluções de segurança: contar com um bom antivírus é essencial. Ele é conhecido por ser a “linha de frente” da proteção dos dispositivos e é capaz de detectar esse e outros tipos de ameaças encontradas na internet.

2. Manter plugins e sistemas atualizados: outra tarefa importante é manter todos os serviços utilizados, navegadores e sistemas operacionais atualizados. Isso evita que ameaças cibernéticas encontrem brechas para disseminar seus códigos maliciosos e infectar o sistema. Sempre utilizar a última versão disponível torna a proteção mais eficaz e é uma maior garantia de que falhas e brechas existentes nas versões anteriores foram corrigidas.

3. Instalar aplicações bloqueadoras de propagandas: uma forma de não precisar lidar com essas publicidades, sendo legítimas ou não, é a ativação de extensões no navegador capazes de bloquear anúncios. Assim, o usuário passar a ter um maior controle sobre o que será executado quando estiver navegando na internet.

4. Não clicar em janelas que se sobrepõem aos sites: uma prática comum dos anúncios maliciosos é se sobrepor ao site para obrigar o usuário a clicar em alguma parte da propaganda para conseguir ter acesso ao conteúdo da página e, assim, ele é levado para o site infectado. Quando isso acontecer, é importante que a pessoa feche o site e abra-o novamente para verificar se outro anúncio será carregado. Se o problema se repetir, provavelmente, houveram alterações feitas por criminosos.

5 - Não fornecer dados pessoais: outra forma de não cair nessa armadilha é não passar nenhum tipo de informação pessoal. Muitas vezes, os anúncios afetados se disfarçam de promoções ou lojas onlines para enganar o usuário e levá-lo a passar dados sigilosos como o número do cartão de crédito e contas no banco. Para evitar esse tipo de golpe, é necessário pesquisar em mecanismos de busca as promoções e lojas para verificar se os endereços são realmente verdadeiros.


Essas são algumas das medidas preventivas capazes de ajudar usuários a evitar malwares e outras ameaças do universo cibernético. Mas é preciso sempre manter uma postura pró-ativa e ser capaz de identificar anúncios que parecem ser suspeitos. É importante pensar duas vezes antes de clicar em propagandas oferecidas em páginas da internet. O melhor a se fazer é preferir pesquisar em mecanismos de busca e verificar a reputação do site, antes de interagir com o anúncio.

 

 

Categoria(s): Segurança